Jump to content

Triangle Battle. Capítulo 4


Wallacy

Recommended Posts

Triangle Battle. Capítulo 4

 

O guardião sagrado disse depois, se dirigindo a saída do quarto:

-Ahhh... acho melhor se recuperar um pouco mais. Estaremos na sua cozinha.

Os guardiões saíram do quarto, enquanto Nina me dava um chá, que tinha um gosto horrível, meis ela jurava que ia curar. Pois bem, fiquei conversando com Nina alguns minutos, e quando dei por mim eu estava me sentindo bem melhor.

Depois, Me sentei na cama e pedi para que Nina chamasse os guardiões e saísse do quarto.

Depois que eles entraram, eles puxaram algumas cadeiras ali perto e se sentaram próximos a cama.

-Bem Claudius... Agora eu quero que me diga exatamente como foi a sua vida até aqui... Para que algo venha a fazer sentido quando contarmos o que viemos contar.

-Ok... Tudo começous aos 4 anos. Eu sou filho do antigo rei de Edron, e tive que sair de casa aos 4 por causa de uma invasão que houve. Eu tive que fugir sozinho. Encontrei um cara que me mostrou o caminho para ser o knight perfeito. Participei de torneios e trinei até os 11 anos. Depois tive que ir para a escola. Fiz meus amigos: Nina a Sorcerer, Joan o Paladino, e Johnny o professor. Passei 5 anos da minha vida na escola, e depois viajei para o polo norte, eu, a Nina e o Joan fomos e lá encontramos Johnny e um cara que chamava Hikary, que era um exílio bárbaro, daqueles de machado e tu...

-Ele está aqui.

Disse o guardião do fogo.

-Hein?

-Ééé, ele veio. Depois poderá falar com ele.

-Uhh... Ok, continuando, aí eu consegui fazer a lendária anihilator, o que pra mim.... foi... ....

Gelei. Nunca tinha reparado que na minha história de vida havia um lapso de tempo de anos. Anos que eu não me lembrava de absolutamente nada.

-Está vendo Claudius? Está com 28 anos, e só do que se lembra é até os 16 e depois dos 26. NÓS sabemos o que houve nesse tempo, resta saber se você quer saber.

Todos ficaram em silêncio. Enquanto isso eu pensava... Foi então que eu decidi: 10 anos é muito tempo para se esqueçer.

-Pode mandar...

-Ok.. Se insiste... Bem, o que aconteçe é que você teve o seu primeiro contato com os elementais aos 17, nos polos. Johnny não era só um professor, ele ainda é o guardião da energia. Ele salvou você e seus amigos de um bando de elementais do gelo iniciantes. 8 deles para ser mais preciso. Porém, você ajudou na batalha contra os oito. Você manifestou energia de elemental de fogo. Aos 19 você já conseguia controlar moderadamente seus poderes como elemental. Mas dois elementais estavam sempre na sua cola: Um elemental da água, e um elemental de nível 3: O elemental das selvas, que hoje é um dos supremes. Aos 23 anos você alcançou nível 3 como elemental, você, o daágua também, mas o das selvas já havia chegado ao 5. O nível 5 é o controle total do elemento. Temos muita dificuldade em derrotar os de nível 5, pois dependendo do elemento ele começa a tacar coisas feito louco. Pois bem, aos 25 anos você já tinha voltado pra o continente, e estava muito bem treinado. Tão bem treinado, que começamos a ficar de olho em você, caso ficasse mal, a ordem era te eliminar. Mas isso não foi necessário, o elemental da água e o das selvas se juntaram para te eliminar. Depois de uma batalha daquelas, você, quase sendo derrotado, usou um ataque que só os supreme elementais de nível 10 usam: a Supernova. Todos os guardiões sentiram tamanho poder. Quando a poeira abaixou, o elemental da água estava morto, e o das selvas gravemente ferido. A descarga de poder de fogo foi tão grande, que esgotou seus poderes. E foi então que pra sua segurança, eu apaguei 10 anos de memória sua.

Eu não sabia o que dizer. Parecia até que o chão havia sumido.

-Mais algumas coisas Claudius: Pacifismo nunca existiu, e o triangle of terror está inativo.

-C-co-como?!?! Pacifismo?!?! O Elemental?!?!

-Isso. O Supreme elemental da escuridão forjou tudo, TUDO. Foi tudo um teste para eles obterem um novo guerreiro. Mais graças ao guardião da escuridão... Você está agora livre de todo o mal que se apoderou de você.

Agora sim, meu mundo havia caído. Os poderes que eu havia conseguido, me deixavam de certa forma feliz...

-Então.... Estou sem qualquer poder... Sou um simples knight denovo...?

-Ah.... não exatamente...

Disse o guardião do fogo.

-Pareçe que a quantidade de magias que eu madei em você... De alguma forma restauraram seus antigos poderes de fogo...

Nisso eu, com uma certa dor, ergui o meu braço, olhei para a minha mão fechada, a abri, e apareçeu, do nada, uma pequena bola de fogo bem vermelho-alaranjado. Dei um largo sorriso de alegria e disse:

-Hehehe! O elemental? Manda ele vir quente, que estou fervendo!

 

Continua..

Link to comment
Share on other sites

×
×
  • Create New...